Notícias

Pólipo Endometrial - Clínica Doutor Dorgan

Pólipo Endometrial

pólipo endometrial é formado a partir da proliferação anormal de células do tecido
endometrial (camada de revestimento interna do útero). É uma protuberância no interior da
cavidade uterina. Possui aspecto amolecido e pode ter tamanho variável, bem como ser único
ou múltiplo.

Geralmente, ele é diagnosticado a partir de uma queixa de sangramento anormal ou da
realização de exame de ultrassonografia transvaginal.

Ainda não existe uma causa exata para a formação do pólipo endometrial.

Vale lembrar que algumas pacientes na pós-menopausa podem apresentar sangramento
anormal, devido à presença dos pólipos.

Além disso, outros sintomas que podem indicar a presença de um pólipo endometrial são:
– Sangramento após as relações sexuais;
– Dores ou incômodos na região pélvica;
– Dificuldade para engravidar, visto que, dependendo do tamanho do pólipo endometrial,
ele pode ocupar uma parte significativa da cavidade uterina da paciente, além de alterar
as condições do endométrio, tornando o útero da paciente menos receptivo para a
implantação do embrião.

Por mais que, na maioria das vezes, eles sejam diagnosticados como tumores benignos, os
pólipos endometriais podem apresentar uma taxa de malignização que varia de 0,5 a 2,3 %.

Dessa forma, mesmo que não seja um motivo para preocupação imediata, é indicado que a
paciente realize o tratamento ideal, de acordo com as características do pólipo.

O tratamento do pólipo endometrial deve ser realizado por meio de cirurgia. Geralmente, o
mais indicado é remover o pólipo (polipectomia) por meio de histeroscopia cirúrgica.

Caso qualquer alteração citada previamente seja identificada pela mulher, é ideal que ela
busque a ajuda de um especialista em Ginecologia para diagnosticar e tratar a alteração
vigente.

Open chat
Precisa de Ajuda?