Notícias

Câncer de Endométrio - Clínica Doutor Dorgan

Câncer de Endométrio

Câncer de endométrio é um dos tumores ginecológicos mais frequentes. Cerca de 90% dos pacientes diagnosticados com câncer de endométrio tem sangramento vaginal, como sangramento entre as menstruações ou após a menopausa. Este sintoma também pode ocorrer em algumas condições não cancerígenas. O corrimento vaginal sem sangue também pode ser um sinal de câncer endometrial. Mesmo que você não possa ver o sangue, não significa que não exista a doença, em muitos casos, o corrimento associado ao câncer de endométrio não tem sangue.
São considerados fatores de risco para o câncer de endométrio: 1)obesidade e dieta rica em gordura animal; 2)condições que favorecem o aumento dos níveis de estrogênio no organismo e menor (ou nenhuma) produção de progesterona, hormônio que protege o endométrio contra o crescimento anormal, tais como:* terapia de reposição hormonal de estrogênio sem associação de progesterona; * síndrome dos ovários policísticos; * anovulação crônica; *nuliparidade (nunca ter dado à luz); * idade precoce da primeira menstruação e menopausa tardia; * uso de tamoxifeno no tratamento de tumores de mama 3)hipertensão arterial; 4)diabetes; 5)histórico pessoal ou familiar de tumores produtores de estrogênio; 6)hiperplasia endometrial, que pode ser benigna ou apresentar células atípicas classificadas como pré-malignas.
Menstruações após os 50 anos, especialmente se estiverem associadas a obesidade e diabetes, é o principal fator de risco para o câncer de endométrio;
Pacientes mais jovens, que apresentam a doença nos estádios iniciais e ainda desejam ter filhos, devem consultar um especialista em fertilização assistida.
O exame de Papanicolaou não é suficiente para detectar precocemente o câncer de endométrio. A prevenção exige um acompanhamento médico sistemático e periódico. Marque sua consulta, a prevenção é sua maior aliada.